domingo, dezembro 18, 2005

Teremos espirito?


Apesar de me bater, por uma Mancha Negra cada vez melhor, fazendo o meu melhor, cantando, indo aos jogos, cultivando um ideal que desde cedo me foi transmitido pela então velha guarda, penso que neste momento a MN passa tempos dificieis, tempos em que falta uma linha condutora, tempos em que sinceramente penso que o futuro não será risonho, contudo estou disposto mais uma vez a lutar por ela, para que possamos voltar a ser uma familia e não um grupo em que existem 4/5 grupos distintos, em que todos olham para o seu umbigo, e pouco mais interessa, não interessa se as bandeiras não vão, não interessa se o sistema de som nao funcionada durante praticamente meio campeonato, não interessa verificar o material danificado, não interessa se a direcção está presente, não interessa passar a mensagem, não interessa dar o exemplo, não interessa cantar... enfim não interessa.... interessar. Por isso deixo mesmo esta pergunta será que ainda temos Espirito 85? , senão vejamos a entrada do pessoal, faz-se cada vez mais tarde, dando-se o ridiculo de em certos jogos ao apito do arbrito estarem 80 100 pessoas, e passado 15m o sector estar cheio, antigamente ser ultra da MN era cantar, sofrer, chorar, mas lutar pelo melhor resultado como sempre o podemos fazer cantando, hoje em dia o que interessa é ser o pior do meu bairro, andar vestido com marcas de roupa conectada com o movimentos que até desconhecem mas que usam por estar na moda, enfim... um misto de PseudoUltras com PseudoCasual, que sinceramente da uma Pseudomerda...
Assim não vamos lá.. MNSCD

Começo

Depois de uma viagem a Braga, aqui surge o primeiro post PESSOAl do MNSCD, assim sendo nenhuma ideia aqui expressa, pode ser interpretada como a reinante na Mancha Negra, pois é inteiramente da responsabildade da organização deste blog.